fbpx

Nutrologia e Endometriose.

Procedimento // Nutrologia e Endometriose

Nutrologia e Endometriose

Neste texto explico como a Nutrologia e Endometriose andam juntas. A endometriose é um distúrbio ginecológico inflamatório caracterizado pela proliferação de células endometriais fora da cavidade uterina.

Estima-se que cerca de 10% das mulheres em idade reprodutiva sofrem de endometriose. Além disso, sua prevalência aumenta para cerca de 20% a 50% em mulheres com dor pélvica ou infertilidade.

A importância da alimentação

A inflamação do organismo tem origem na alimentação, pois existe muitas vezes um desequilíbrio do consumo de alimentos.

A alimentação é uma terapêutica importante para reduzir a inflamação da endometriose no organismo. Os alimentos são grandes aliados por terem ação no controle da proliferação celular e no estresse oxidativo das células endometrióticas, portanto, temos que considerar que Nutrologia e Endometriose são uma combinação quando o assunto é o tratamento dessa doença.

Alimentos aliados

Alimentos ricos em ácidos graxos ômega-6, como a carne vermelha, estão correlacionados com níveis mais altos de estradiol e sulfato de estrona. Estas concentrações mais altas de hormônios estrogênicos, acentuam a inflamação e o desenvolvimento de endometriose.
A suplementação com ômega-3 pode diminuir o crescimento de implantes endometriais e a produção de fatores inflamatórios.

Outro grande aliado é a vitamina D, por ser um importante regulador das vias inflamatórias. A vitamina D tem sido amplamente estudada no campo da endometriose.
Suplementos anti-inflamatórios como a cúrcuma, resveratrol, ácido alfa-lipóico são também importantes e muito eficazes para a melhora dos sintomas da endometriose.

Agora que você entendeu como a Nutrologia é extremamente importante no tratamento da Endometriose, agende uma consulta.

Newsletter.